Blog

Será que tenho depressão? Saiba como descobrir

28/08/2019 publicado por: ahsako

Você já parou para pensar em algum momento, que está com depressão?

Geralmente associada com o sentimento de tristeza profunda, há muito mais sintomas e indícios que indicam a presença desta doença, do que podemos supor.

Os números mundiais impressionam. Segundo matéria veiculada pelo jornal O Estado de São Paulo : ¹“Depressão será a doença mental mais incapacitante do mundo até 2020”.

Conforme relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS):

 “A quantidade de casos de depressão cresceu 18% em dez anos.”

¹Fonte: Emais Estadão

A estimativa é que somente em território nacional, cerca de 17 milhões de pessoas estão com depressão. Ela tem origem em alterações nos neurotransmissores do cérebro (caso  da serotonina, e dopamina, por exemplo).

No entanto,  a depressão não se restringe a isso. Ela também está ligada a algumas situações da vida.

Saiba quais são estas situações e confira algumas dicas para identificar se você sofre ou não da doença que também é conhecida como “o mal do século”.

Indícios que podem significar que você está com depressão

Alguns fatores e sintomas, podem indicar que a pessoa enfrenta ou está entrando em um estado depressivo. Dentre eles, destacamos os seguintes:

  • Atividades que antes o indivíduo sentia prazer ao realizar, não traz a mesma satisfação, se transformando em algo banal;
  • Melancolia contínua, que persiste sem intervalos, por mais de duas semanas;
  • Quadros constantes de ansiedade;
  • Mudança de humor repentina, irritação frequente;
  • Mudanças no sono e no apetite, como falta (ou excesso) de sono, e falta de apetite ou muita fome;
  • Dores no corpo que podem refletir a angústia de um estado de depressão, que vão desde uma forte tensão acumulada nos músculos do corpo, envolvendo também ombros e pescoço, até mesmo pressão no peito, dores de cabeça, cólicas, etc.;
  • Pensamentos frequentes sobre a morte;
  • Isolamento social. O indivíduo passa a evitar encontrar pessoas e participar de reuniões de família;
  • Pensamentos pessimistas;
  • Pensamentos confusos, indecisão, autoestima baixa;
  • Sensação de que a vida não faz sentido, etc.

Acho que tenho depressão: o que fazer?

Se você se identificou com boa parte destes sintomas, vale a pena pedir ajuda. É importante ter em mente que a depressão pode ocorrer com qualquer pessoa em qualquer idade.

Procurar ajuda especializada, como por exemplo, de um médico, um psiquiatra, e especialmente de uma psicóloga, é fundamental.

Durante sessões de psicoterapia, o psicólogo tem a plena capacidade de identificar a presença da depressão, realizar o diagnóstico e contribuir efetivamente com o tratamento.

Ela é capaz de identificar os conflitos do paciente e a partir disso, o auxilia a enfrentar as situações, saindo assim do chamado estado de abatimento.

Em conjunto com a psicoterapia, há atividades que ajudam no tratamento. Não podemos esquecer, por exemplo, da importância do apoio familiar irrestrito, fundamental para o sucesso do tratamento.

Outra alternativa, é a  prática de exercícios físicos e dieta equilibrada. A prática física libera endorfina, considerada um antidepressivo natural do nosso organismo.

Há ainda estudos que indicam a acupuntura e a musicoterapia como atividades complementares na recuperação do bem-estar emocional do paciente diagnosticado com a doença.

E você, se identificou com os sintomas? Conhece alguém que está passando pelo problema? Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

Tags: #Depressão #Psicoterapia #Sintomas de depressão #Tratamento para depressão